Colégio Tiradentes implanta novo uniforme em Ipatinga


Débora Anício 

A MUDANÇA COMEÇOU com alunos das primeiras séries, mas em 2013 o uniforme será usado por todos os estudantes que cursam até o 9º ano
Solenidade realizada no início tarde desta segunda-feira (13) marcou a implantação do novo uniforme do Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Ipatinga (CTPM). Além da presença dos alunos vestidos com o novo uniforme na quadra da escola, uma espécie de farda, o evento também contou com a banda da PM, professores, diretores e pais de alunos. 

De acordo com o diretor administrativo do colégio, Major João Batista de Souza Neto, a alteração visa reforçar a identidade da instituição: “A mudança é fruto de política institucional. O novo uniforme valoriza a imagem da PM”, disse o militar. “A mudança já foi feita em todos os colégios do Estado e já havia sido iniciada em Ipatinga há algum tempo. Mas só agora todos os 50 alunos da 1ª série possuem o uniforme. Por isso lançamos a novidade somente agora”, pontuou.

O major ainda explicou que a mudança foi feita de forma gradual para não gerar um impacto muito grande nos alunos. “A confecção de todas as roupas e a entrega também contribuíram para essa troca gradativa”, contou João Batista, lembrando que o colégio possui cerca de 800 alunos. “A mudança começou com as séries iniciais, mas no próximo ano todos os alunos, até o 9º ano, irão usar o novo uniforme”. Apenas os estudantes do ensino médio permanecerão com os uniformes antigos. 

“O Colégio Tiradentes é diferenciado dos demais por ser uma instituição da Polícia Militar, e o uniforme vem para reforçar essa ideia. Essa troca é um reforço da nossa identidade, dos nossos valores, do trabalho que fazemos para a formação de cidadãos”, exaltou o major. 

O uniforme
As novas roupas das duas turmas do 1º ano da escola, cerca de 50 alunos, são parecidas com as fardas utilizadas pelos policiais militares. O uniforme é composto por sapatos e calças pretas, camisa cinza claro com detalhes que lembram a farda oficial da PM, casquete (espécie de boina), saia para as meninas, roupa especial para as aulas de educação física e também uma fardinha diferenciada, feita especialmente para os desfiles de 7 de setembro. 

“O uniforme é fruto de um extenso trabalho de consulta. Em todo o Estado os alunos foram ouvidos para se chegar a um consenso de qual roupa seria a ideal. Foram feitas dezenas de pesquisas para se chegar a este resultado, que é uma roupa melhor, confortável e que identifica os alunos do ensino militar”, disse João Batista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deixados no site são de inteira responsabilidade de quem escreve e as publica. Isentando assim de responsabilidade o autor/editor do site. Portanto, tenha responsabilidade com seu comentário!