Adolescente apreendido com seis tabletes de maconha em residência de Coronel Fabriciano

CORONEL FABRICIANO – Na madrugada dessa quinta-feira (29) um adolescente de 17 anos foi detido suspeito de tráfico de drogas no Centro de Coronel Fabriciano. Seis tabletes de maconha foram apreendidos.
A Polícia Militar abordou o menor em sua residência, localizada na rua Moacir Birro, após denúncias anônimas darem conta de que estaria comercializando substâncias entorpecentes.
Dois tabletes da droga foram encontrados no quarto do adolescente. Os outros quatro tabletes foram localizados no quintal.
O suspeito teria relatado aos policiais que venderia cada tablete pelo valor de R$ 70,00. Ele e o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia. 
PLOX

Decisão Que libera celular PODE se mudar lei los Minas celular PODE se mudar lei los Minas

Saidinha de banco
Um dos Objetivos de lei criada los 2011 E evitar o crime e Segurança Aumentar
Publicado em 31/08/13 - 03h00
Uma decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Que julgou inconstitucional lei municipal UMA Que proíbe o USO de Celulares los Agências e Postos de atendimento bancário em Florianópolis, na jornal Última Semana, PODE abrir precedentes, parágrafo Que UMA Ação semelhante corra na Justiça los Minas , Segundo Especialistas em Direito. Em Belo Horizonte, desde junho de 2011, Uma lei municipal proíbe o USO also fazer Aparelho in Bancos.Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Que julgou inconstitucional lei municipal UMA Que proíbe o USO de Celulares los Agências e Postos de atendimento bancário em Florianópolis, na jornal Última Semana, PODE abrir precedentes, parágrafo Que UMA Ação semelhante corra na Justiça los Minas, Segundo Especialistas los Direito. Em Belo Horizonte, desde junho de 2011, Uma lei municipal proíbe o USO also fazer Aparelho in Bancos.
"Os mesmos Fundamentos de la (Florianópolis) PODEM serviços utilizados Aqui. No Comum E Brasil a Justiça considerar Que o tribunal 'x' JÁ julgou de forma semelhante. Aumenta o grau de argumentação ", preve Fernando Horta Tavares, professor de Direito Constitucional da PUC Minas.

Ja Marcus Caetano, professor de Direito Empresarial da UNA, Acha Que los Minas o Resultado Localidade: Não Seria o MESMO Que No Sul. "Acredito Que o juiz Localidade: Não decidiria Pela inconstitucionalidade Aqui, porqué a Interrupção Dessa Comunicação e momentânea e Localidade: Não interferir nenhum indivíduo Direito. Mas E Claro Que a Jurisprudência PODE serviços USADA não Nosso Estado "Pondera.

IPSM nega medicamentos a militares com cancer



ESTA TOMANDO MEDICAÇÃO PRESCRITA PELO SEU MÉDICO, CONFORME ANEXOS, E 
FOI COBERTO PELO IPSM OS ÚLTIMOS QUATROS MESES, SUA MEDICAÇÃO DEVERÁ 

SER CONCEDIDA NOVAMENTE A PARTIR DE 18/09/2013, O IPSM JÁ INFORMOU QUE 

ESTES MEDICAMENTOS NÃO ESTÃO COBERTOS, CORRE O RISCO DO MILITAR 

CESSAR O TRATAMENTO QUIMIOTERAPIA, DEVIDO A NEGATIVA DE ATENDIMENTO E A 

MEDICAÇÃO TEM UM CUSTO ALTÍSSIMO.

RENATA PIMENTA

Conselho Nacional de Justiça encontra preso que deveria estar solto há 24 anos

CNJ
Homem está abandonado na cadeia
PUBLICADO EM 31/08/13 - 11h31
Há 24 anos um homem, de aproximadamente 80 anos, está preso injustamente no Ceará. Ele foi preso na década de 1960 e sua pena foi extinta em 1989, quando foi expedido um alvará de soltura.

Porém ele continua em uma unidade destinada a abrigar acusados de cometer crimes, o Instituto Psiquiátrico Governador Stenio Gomes (IPGSG).A irregularidade foi descoberta pelo Mutirão Carcerário realizado pelo Conselho Nacional de Justiça, desde 7 de agosto.
“Acho que este ser humano, em uma cadeira de rodas, usando fraldas, deve ser o preso mais antigo do Brasil, pois a informação é de que ingressou no sistema prisional na década de 60 do século passado”, afirmou o juiz Paulo Augusto Irion, um dos coordenadores do Mutirão Carcerário que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza no estado desde 7 de agosto. Segundo ele, outras cinco pessoas estão na mesma situação.
O IPGSG fica no município de Itaitinga, na região metropolitana de Fortaleza, e é administrado pelo governo estadual. Segundo o juiz Paulo Irion, o estabelecimento funciona em um prédio antigo, que precisa de “urgentíssimas reformas estruturais”, como muitas unidades do sistema carcerário do Ceará, inspecionadas pelo mutirão.

Com CNJ

SEMANA DA PÁTRIA – PM apresenta seus serviços à população

No próximo domingo, 1º, de 9 às13h, em comemoração ao aniversário da Independência do Brasil, a Polícia Militar, o Exército Brasileiro e órgãos do Sistema de Defesa Social participam, na Praça da Liberdade, da abertura da Semana da Pátria, promovida pelo Governo do Estado.
Serão realizadas exposições. O estande da PM apresentará todo o portfólio de serviços preventivos, como: Polícia e Família, e os serviços de repressão qualificada. Também serão mostrados  a logística de armamentos e equipamentos das atividades operacionais, como o Grupamento de Ações Táticas Especiais – GATE, o Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas - ROTAM, o Batalhão de Polícia de Eventos – BPE, o Batalhão de  Radiopatrulhamento Aéreo – BPAer, Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário, o Regimento de Cavalaria Alferes Tiradentes – RCAT e o Policiamento de Meio Ambiente.
O evento conta ainda com a mostra das novas viaturas da Rotam, do BPE e a nova viatura que atenderá as Companhias de recobrimento Tático Móvel, da Unidades Operacionais da PMMG. Os interessados podem conhecer os serviços, visitar as viaturas novas e o blindado de transporte de tropa; conhecer as armas letais de longo alcance, granadas explosivas e de som, capacetes e escudos que protegem contra tiros.
Os presentes também podem conferir apresentação de  animais do Policiamento de Meio Ambiente e do Canil da PMMG e receberem Dicas PM de medidas de autoproteção. O público infantil terá um espaço vip no estande, denominado “Espaço da Criança”, com a disponibilização de peças gráficas institucionais e oportunidade de tirar fotos com o nosso mascote, o “PM Amigo Legal”.  
PMMG

Filho mata mãe com 25 facadas e pisões no rosto

Um jovem de 22 anos foi preso após matar a própria mãe a facadas e pisões no rosto no bairro Floramar, na região Norte de Belo Horizonte, na noite dessa quinta-feira (29).

De acordo com a Polícia Militar (PM), militares do 13º Batalhão foram acionas após uma denúncia que uma casa localizada na rua Joaquim Soares havia sido assaltada.
Quando a viatura chegou ao local, outros policiais já estavam na porta do imóvel conversando com o suspeito, Marco Aurélio Santana de Souza Ribeiro. Ele afirmou que não tinha feito nada e fechou o portão.
Entretanto, os vizinhos da família informaram à polícia que o caso não se tratava de uma roubo e sim de uma agressão do homem contra a mãe, Gislaine Aparecida de Souza, de 45.
Para evitar a fuga de Ribeiro, a P.M montou um cerco policial e, com a ajuda de outra pessoa que mora no mesmo lote, conseguiu entrar na residência, onde encontrou o corpo da vítima caído na copa. A mulher estava com o rosto desfigurado.
O jovem foi localizado no banheiro da casa. Ele estava transtornado e contou aos militares que, após receber uma mensagem do “além”, sonhar com palhaços em motocicletas induzindo ao crime e com a mãe o obrigando a comer carne de porco, resolveu matá-la.
Após atingir a vítima com vários chutes, ele a jogou no chão, pisou várias vezes em seu rosto e, em seguida, deferiu vários golpes com uma faca e uma tesoura contra Gislaine.  Além disso, ele teria dito aos policiais que “serpente se mata esmagando a cabeça”.
 O TEMPO

DEPUTADO SARGENTO RODRIGUES LEVA SUGESTÕES DE PROMOÇÕES AO COMANDANTE-GERAL DA PMMG

O deputado Sargento Rodrigues se reuniu hoje, 29/8/2013, com o Comandante-Geral da Polícia Militar de Minas Gerais, Márcio Martins Sant'Ana, por cerca de duas horas, onde levou sugestões de aperfeiçoamento de promoções de Praças e Oficiais.
O Comandante-Geral recebeu as sugestões e disse ao deputado que solicitará a sua assessoria o estudo sobre o assunto.

Sgt Rodrigues - Dep. Estadual

Agora tudo é no 190

Proposta que junta números de atendimento urgente como polícia, bombeiros, atendimento médico e defesa civil em todo o País foi aprovada na CCJ.
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta quarta-feira (28) proposta que unifica os números de telefone para todos os casos de emergência (polícia, bombeiros, atendimento médico, defesa civil e outros). A proposta tramitou em caráter conclusivo e agora será enviada ao Senado, se não houver recurso para votação no Plenário.
Pelo texto, o número 190 será usado para entrar em contato com qualquer um desses serviços em qualquer parte do País. A medida está prevista no Projeto de Lei 175/11 que modifica a Lei Geral de Telecomunicações (Lei 9.472/97).
A proposta aprovada também exclui do texto a previsão de pena de detenção e multa para quem utilizar o serviço de forma abusiva, com a intenção de prejudicar ou impedir sua operação. A pena valeria para os casos de trote, por exemplo.
Outra novidade do substitutivo aprovado é a determinação de que os serviços de emergência abrangidos pelo número 190 sejam definidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O texto, contudo, já enumera alguns serviços obrigatórios: polícia militar, Polícia Federal, corpo de bombeiros, polícia civil, defesa civil, serviço público de remoção de doentes, polícias rodoviárias federal e estadual.

PM'S DENUNCIAM A PROPRIA INSTITUIÇÃO


Inconformados PM's de minas denunciam a própria instituição!!!

>>>>>>>  BOMBA! <<<<<<<<


Lei orgânica da PC, "pré aprovada"

Policiais civis lotaram as dependências da Assembleia e acompanharam atentamente a reunião da Comissão de Segurança PúblicaConforme prévio agendamento o PLC23/2012 foi apreciado na Comissão de Segurança Pública sendo aprovado o parecer que corrigiu algumas imperfeições, estendendo benefícios a todos os cargos. Algumas expressões que dava interpretações dúbias e impróprias foram devidamente aprimoradas deixando bem claro que os benefícios ali contidos são auto aplicáveis por força de lei e não por meros regulamentos da própria Instituição. 
Promoção após período probatório
Também foram corrigidas na Comissão de Segurança Pública, as distorções que prejudicavam o direito dos Policiais Bacharéis em Direito e que foram nomeados Delegados Especiais, previsto na ADCT da CE/89. E ainda a extensão do entendimento do direito de promoção imediata, após o período probatório para todos os Policiais, e não apenas para Delegados, corrigindo o que antes estava previsto.
CONTINUE LENDO  - CLIQUE AQUI 
CB JÚLIO

Em Santa Maria de Itabira, destacamento PM sai na frente e apreede armamento e munição


Após diligências na comunidade rural conhecida por são pedro, foi feita apreensão de armas de fogo mantidas de forma irregular.


 Os militares deslocaram até residência do autor, sr Antônio Julio, que após ser questionado nos confirmou, que possuia duas armas de fogo sendo um revolver Taurus cal.38 e uma espingarda CBC cal 32, que estavam com registro vencido.

Além desta apreensão foram apreendidas mais duas espingardas também irregulares na mesma localidade, contudo, na posse de outros autores.



Materiais apreendidos/recolhidos:
06 cartuchos intactos .38
05 cartuchos .32 intactos;
05 cartuchos .32 vazios;
01 recipientes contendo pólvora;
Armas de fogo apreendidas:
01 revolver .38, marca Taurus.
03 espingardas .32, sendo duas da marca CBC e uma marca Rossi.
Equipe: Sgt Welton e Sd Gilson.

Colaborador: Sgt Welton

Réu nega participação no crime e diz ter sido torturado por policiais

Apontado com um dos pistoleiros do crime que ficou conhecido como Chacina de Unaí, Rogério Allan Rocha Rios foi o penúltimo a ser ouvido no terceiro dia de julgamento e negou qualquer participação nas mortes. Ele confirmou o que disseram as testemunhas de defesa e afirmou que, no dia das mortes dos três fiscais do Ministério do Trabalho e do motorista que trabalhava com eles, estava em Salvador (BA). Seu advogado de defesa disse que Rios só confessou o crime anteriormente porque foi torturado e ameaçado.


Segundo Rogério, são falsas as provas que a Polícia Federal tem contra ele, assim como a carta escrita para Erinaldo falando sobre o crime e sua assinatura no hotel onde teriam ficados  hospedados os pistoleiros um dia antes da execução. Rios jogou a responsabilidade sobre um ex-cunhado, com quem diz ter sido confundido, e afirmou que o homem participou da chacina.
"Eu não sei quem escreveu a carta, mas não fui eu. Já sobre o hotel, acredito que um ex-cunhado meu, o Mauro de Jesus, tenha usado os dados dele. Isso porque, dias antes do crime, eu tinha passado um xerox de um documento de identidade meu para resolver uma dívida que eu tinha", disse Rios em depoimento na sede da Justiça Federal, em Belo Horizonte.

O réu afirmou que estava em Salvador trabalhando como motorista para um espanhol. Porém, as investigações da polícia dão conta que esse estrangeiro só chegou ao Brasil no dia 8 de fevereiro, 11 dias depois da chacina.

Questionado pela juíza Raquel Vasconcelos sobre sua participação do crime, Rogério disse: "Eu não sou santo, não, mas desse crime de Unaí eu não participei. É o Erinaldo quem tem que explicar esse crime". Rios se negou a responder as perguntas da acusação.

O advogado de defesa dele, Sérgio Moutinho, fez uma série de perguntas a seu cliente e tentou cravar que ele só confessou o crime à polícia porque foi agredido pelos policiais. "Eu fiz xixi na calça, por que não me deixaram ir ao banheiro. Colocaram um saco na minha cabeça. Disseram que, se eu não assinasse a bronca, não sairia dali vivo", afirmou o réu, informando, ainda, que os outros pistoleiros também sofreram agressões.
O TEMPO

Dupla acusada de integrar grupo de extermínio é condenada a 20 anos de prisão

Dois acusados de integrar um grupo de extermínio que matou 21 pessoas entre 2004 e 2009 em São José da Lapa e Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, continuarão atrás das grades. Nesta quinta-feira, o juiz Glauco Eduardo Soares Fernandes condenou Maximiller Ferreira, conhecido como Max Cabuloso, e Robert Balbino Leonardi, o Betinho, a 20 anos de prisão em regime fechado.

Max e Robert foram sentenciados pela morte de R.G.B e pela tentativa de homicídio de M.A.N. As duas vítimas foram atacadas a tiros pelos rivais. M. conseguiu correr durante a abordagem dos criminosos e se escondeu em um lote vago. Ele acabou atingido no braço. Um terceiro homem envolvido no crime ainda não foi localizado, por isso, não responde criminalmente pelos fatos.

Os dois réus foram ouvidos na manhã desta quinta-feira e negaram o crime. Robert, que de acordo com o processo teria dado fuga a Maximiller e outro criminoso, tentou arrumar um álibi. Ele disse que estava em um motel no momento do crime e que seu carro estava na oficina. Para tentar provar os fatos, apresentou notas fiscais.

O promotor do caso, afirmou, durante os debates, que as notas fiscais apresentadas pelo réu eram forjadas.

Absolvição
Em maio de 2012, Max e Robert foram absolvidos da acusação de homicídio de outras duas vítimas: T.F.S. e E.R.A. A absolvição se deu a pedido do próprio Ministério Público. Depois de interrogar os réus, o promotor de Justiça Gustavo Fantini explicou aos jurados que, no processo, há depoimentos apontando o envolvimento dos réus com o tráfico de drogas, mas não havia nenhuma prova concreta do envolvimento deles no duplo homicídio. O promotor destacou que não houve testemunhas presenciais do crime e que nem mesmo o laudo de necropsia ou o exame de balística foram juntados ao processo.

O promotor disse ainda que os acusados foram indiciados com base em depoimentos de testemunhas que “ouviram dizer” que eles eram os culpados. O promotor lamentou que, com tantos recursos científicos na polícia, o processo não tivesse provas técnicas ou mesmo depoimentos que assegurassem a participação da dupla no crime.

Suposto receptador é detido cultivando pé de maconha em sua residência em Fabriciano

CORONEL FABRICIANO- Anderson Gomes Menezes, 18 anos, conhecido como “Que susto”, foi detido pelo serviço de inteligência da Polícia Militar após averiguarem denúncia de que ele teria receptado uma motocicleta furtada uma noite anterior."O pé de maconha é para meu consumo", disse o Anderson.

A abordagem ao suspeito ocorreu em sua residência no bairro Morada do vale. Lá, os policiais encontraram a referida motocicleta já desmontada. Conforme diz um dos policias, eles localizaram um vaso contendo três pés de maconha. O suspeito teria assumido que comprou a motocicleta pelo valor de R$100,00 de um indivíduo não identificado.

O sargento Abnel, participou da ocorrência e ele disse que "o conduzido é suspeito de ter cometido o furto da motocicleta na companhia de outro indivíduo que estamos tentando apurar quem seja. Há possibilidade de que ele não tenha receptado, conforme ele diz", conclui o sargento.
Ele ainda é apontado pela Polícia, de fazer parte de uma facção do bairro santa Terezinha II e tem tatuado em seu corpo algumas  figuras comprometedoras. Ele também é suspeito de ainda, quando menor, ter tido envolvimento com tráfico de drogas. 
A Polícia não acredita na versão apresentada pelo suspeito de que ele tenha comprado a motocicleta, pois segundo os policias, circuito interno de filmagens registraram a presença dele e de mais uma pessoa durante o furto da mesma.
Em entrevista para nossa reportagem o suspeito chorou e disse estar arrependido. Apenas disse que cultivava a maconha para seu consumo.
Ele foi encaminhado para a Delegacia.
PLOX

Polícia encontra maconha em doce de leite no sul de Minas

Felipe Rezende, do R7 MG
Droga era embalada e escondida no docePolícia Civil/Divulgação
Dicionário era usado para esconder celularesPolícia Civil/Divulgação
Três tabletes de maconha que seriam levados para detentos do Presídio de Itajubá, no sul de Minas Gerais, foram apreendidos durante uma operação das polícias Civil e Militar. A droga estava escondida em barras de doce de leite.
O material foi encontrado em uma casa no bairro Vila Mosconi, em Andradas, na mesma região. O doce recheado com o entorpecente estava no quarto de uma jovem de 22 anos.
No mesmo cômodo os agentes ainda apreenderam um dicionário com dois celulares e um bilhete com o nome de um detento que cumpre pena na penitenciária.
A jovem não foi encontrada. O pai dela, de 70 anos, foi levado para a Delegacia, ouvido e liberado. Ele disse não saber do envolvimento da filha no esquema de levar drogas para a prisão. A Polícia Civil investiga o envolvimento de outras pessoas no crime.

PASTOR FACA NA CAVEIRA

SERVIÇÃO EM CORONEL FABRICIANO - Assalto termina com prisão de arma dinheiro e veículo furtado

CORONEL FABRICIANO
Na noite desta terça-feira, 27, viaturas do 58ª Batalhão receberam informações de uma mulher que transitava em uma linha de ônibus que fazia o trajeto de Coronel Fabriciano para Timóteo que dois indivíduos apresentavam atitudes suspeitas, e que aparentemente estariam assaltando um posto de gasolina no bairro Santa Maria. 


De imediato foram enviados viaturas da 85ª Cia bem como todo o recurso da  275ª Cia de recobrimento, foram deslocadas viaturas Tático Móvel, Viaturas do GIRO que conseguiram interceptar o veículo na altura do bairro Mangueiras em Coronel Fabriciano.

Durante a bordagem os indivíduos empreenderam fuga sendo capturados pela equipe do Giro que utilizou de técnicas de imobilização devido a resistência dos autores.

Foram apreendidos ainda uma arma de fogo calibre 32, além de dinheiro e celulares das vitimas.
O veículo utilizado tratava-se de um veículo Chevette cor verde que havia sido furtado no dia anterior ao crime.

Os cidadãos, dinheiro e arma apreendidas foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil pelos militares, que desempenharam papel ímpar na condução da ocorrência, demonstrando alta capacidade técnica e empenho profissional.

Blog dos Pracinhas - Direto da Redação

Policial Militar morre após ser baleada em Vespasiano

Uma soldado da Polícia Militar (PM) morreu após ser baleada neste domingo (25) em Vespasiano, na região Metropolitana de Belo Horizonte. Até o momento a polícia não sabia explicar se ela foi assassinada ou se foi a mesma quem efetuou o disparo. 

A militar foi levada a um hospital, mas não resistiu ao ferimento. Conforme a PM, a soldado, cujo primeiro nome é Thaís, morava no bairro Nova Pampulha, onde foi encontrada alvejada por parentes. 
A policial foi encaminhada ao Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova, na capital, mas deu entrada na unidade de saúde já sem vida. Neste domingo, ela teria discutido com o namorado, que também é policial, porém, a PM não sabe se a briga teve influência na morte da soldado.

EUA condenam mineiro de Ipaba a prisão perpétua por morte de família

A justiça americana condenou nesta segunda-feira (26), o ipabense José Oliveira Coutinho à prisão perpétua pela morte da família Szczepanik, em dezembro de 2009.

O crime chocou a cidade de Omaha, no Estado de Nebraska, pela crueldade. Até hoje, somente o corpo de Christopher Szczepanik, de 7 anos, foi encontrado.
Os corpos dos pais, Jaqueline e Vanderlei – casal missionário de uma igreja evangélica - nunca foram encontrados.
Os três juízes do caso concordaram que o crime tinha agravantes que justificariam condenar Coutinho à pena de morte. Porém, os juízes não foram unânimes na hora da sentença.
Por lei, a aplicação de pena de morte deve ser de comum acordo entre os juízes. A filha de Jaqueline, Tatiane Klein, que estava no Brasil quando ocorreu o crime, escreveu uma carta aos juízes dizendo que não concordava com a pena de morte. Coutinho não estava sozinho no dia do crime.
Com ele estavam Valdeir Gonçalves Santos, que recebeu pena menor por ter ajudado nas investigações, e Elias Lourenço Batista, que foi deportado antes que seu nome fosse arrolado como cúmplice pela morte da família de missionários.
O TEMPO

Grupo espanca homem no Centro de BH por causa de R$ 5

Um homem foi covardemente espancado no Centro de Belo Horizonte na madrugada desta quarta-feira (28). Quatro homens foram presos pela Polícia Militar (PM) por participarem da agressão. Eles cometeram o crime ao assaltarem a vítima, perceberam que ela tinha apenas um telefone celular e R$ 5, o que os deixaram insatisfeitos.
Conforme a PM, por volta de 5h, um homem foi abordado por outros quatro no das ruas Curitiba e Oiapoque. O grupo anunciou o assalto e pediu para que lhe fossem entregue todos os pertences. 

Porém, a vítimcruzamento a só tinha R$ 5 em dinheiro e um celular. Revoltados com o valor que o homem portava, o grupo acertou socos e chutes nele. Porém, toda a ação era monitorada pela PM através das câmeras do "Olho Vivo". 

Militares foram até o local e prenderam Lucas Adalberto Faustino, de 19 anos, Márcio Henrique dos Santos Barbosa, de 23, Paulo Henrique Felício dos Santos, de 25, e Denis Henrique Manoel, de 34. Todos foram encaminhados à Ceflan (Central de Flagrantes). A vítima foi levada ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.
HD


Governo do PI cancela pregão onde gastaria R$ 15 mil com chicletes

O Governo do Piauí decidiu cancelar um edital de licitação com valor previsto de R$ 6.398.337,96 para a compra de frios, carnes, bebidas e materiais de limpeza. O pregão previa o gasto de R$ 15 mil só com clicletes, alguns seriam da marca Trident nos sabores canela, morango e menta. Com frutos do mar considerados pratos de luxo como lagosta, salmão e camarão, a previsão de gasto era de aproximadamente R$ 140 mil.
Outros itens como sorvete, iogurtes e esfoliante também chamam atenção na lista do pregão que foi aberto nessa segunda-feira (26) e publicado no mural de licitações do Tribunal de Contas do Estado. Os produtos abasteceriam a residência oficial do governador Wilson Martins (PSB) e o gabinete militar no Palácio de Karnak.

Na lista dos produtos de higiene e limpeza constam máscara de limpeza facial e reparador de pontas da marca L'oreal, que juntos custariam mais de R$ 24 mil por ano. Um dos lotes, que previa a compra de queijos dos tipos gorgonzola, catupiri e ricota, bacon, iorgutes, sorvetes e outros frios, teria sido arrematado por R$ 547.590,00.

O lote mais caro do pregão era o de gêneros alimentícios, que incluía entre outros itens gomas de marcas e biscoitos no valor de R$ 1.721.529,24. Com bebidas como água, refrigerantes, achocolatados, sucos e polpas de frutas o valor previsto no lote era de R$ 1.177,730,64, um pouco menos que o valor do lote anterior.

Em nota, o Governado do Estado disse que houve um erro e que o governador Wilson Martins determinou uma reavaliação completa da lista, que, segundo o setor de licitação, apenas repetia uma anterior já usada pelo Palácio de Karnak em 2005 e em 2009. O governador vai solicitar a exclusão de alguns itens, mas não soube especificar quais.
A lista tinha sido feita para uma previsão de no mínimo três anos, com possibilidade de chegar até 60 meses ou cinco anos. Wilson Martins exigiu uma nova lista, com previsão de um ano.

A nota diz ainda que assim que o governador tomou conhecimento dos itens previstos na licitação cancelou imediatamente a compra dos mantimentos e materiais de limpeza que seria feita para manutenção do Palácio de Karnak, residencial oficial e Gabinete Militar.

Sobre os lotes que já aparecem com status de ‘arrematado’, o Governo do Estado disse que não serão homologados já que o pregão foi cancelado.
G1

Polícia apreende toneladas de maconha na BR-364 em MGPolícia apreende toneladas de maconha na BR-364 em MG

Maconha apreensão Comendador Gomes (Foto: Nélio Barbosa / 
Arquivo Pessoal) Três pessoas foram presas suspeitas de ter envolvimento com tráfico de drogas na madrugada desta terça-feira (27), na BR-364, próximo a Comendador Gomes, no Triângulo Mineiro. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), 4,5 toneladas de maconha foram encontrados em dois veículos. No entanto, após pesagem na delegacia da Polícia Civil, foram constatadas 2,5 toneladas. Um dos suspeitos conseguiu fugir.
Ainda segundo a polícia, durante patrulhamento na rodovia, uma caminhonete não respeitou a ordem de parada e por isso, houve perseguição. O motorista do veículo fugiu para um matagal, mas foi capturado. No veículo foi localizado parte da maconha.
Outra caminhonete também recebeu ordem de parada e tentou fugir. Durante a perseguição, o condutor conseguiu entrar em um matagal. Neste veículo, foram encontrados o restante da droga e também foi apreendida.
Dois dos envolvidos estavam em um carro logo atrás de uma das caminhonetes. Com eles, foi apreendido um celular com ligações para o motorista da primeira caminhonete interceptada pela polícia. A suspeita é que eles estavam dando cobertura para os motoristas das caminhonetes. Os três veículos apreendidos, segundo a polícia, tinha queixa de furto e roubo.
R7

Menino de seis anos sobrevive após ter os olhos arrancados para tráfico de órgãos na China

PEQUIM - Um menino chinês de seis anos foi drogado e teve os globos oculares extirpados para um suposto tráfico de órgãos, um crime selvagem que provocou uma onda de indignação no país.

Uma reportagem de uma emissora de televisão da província de Shanxi mostra o menino, que ficou cego, em sua cama no hospital, com a região dos olhos cobertas por uma faixa.

O crime odioso ilustra mais uma vez o problema da carência de órgãos na China, situação que alimenta o tráfico.

Na reportagem, os pais do menino, que mora em uma área rural e pobre, afirmam que no primeiro momento pensaram que o filho havia se ferido gravemente em uma queda no sábado (24), antes de perceber que a criança havia sofrido uma dupla extirpação.

"Tinha o rosto cheio de sangue, suas pálpebras estavam ao contrário e debaixo os olhos não estavam mais no lugar", contou o pai.

A polícia encontrou os dois globos oculares, sem a córnea, segundo o canal estatal CCTV.

Os policiais ofereceram uma recompensa de 100.000 yuanes (12.200 euros) a quem ajudar a encontrar uma mulher não identificada que seria a principal suspeita.
  
O menino tem o lábio leporino, uma má-formação congênita que poderia explicar a escolha dos traficantes.

Muitos internautas reagiram com indignação.

"Como é possível tanta crueldade? É tão sádico", afirmou um deles.

"Uma verdadeira tragédia com esta criança", comentou outro.

A maioria das cirurgias de transplantes na China acontece com órgãos extirpados de condenados a morte ou de prisioneiros após a morte, geralmente sem autorização das famílias, segundo organizações de defesa dos direitos humanos, o que é negado pelas autoridades chinesas.

Quase 300.000 pacientes precisam de transplante na China todos os anos, mas apenas 10.000 conseguem ante a falta de doadores, segundo a imprensa estatal.

A tradição chinesa estipula que um morto deve ser enterrado sem ter o corpo mutilado e poucos chineses aceitam a retirada dos órgãos de um parente.
HD

Jovens de classe média alta traficavam ecstasy em festas de música eletrônica em Araguari

A Polícia Civil de Araguari, no Triângulo Mineiro, procura por dois jovens de classe média alta, suspeitos de comandar uma quadrilha que vendia drogas sintéticas em festas da região. Antonio Dornelas e Guilherme Augusto, que não tiveram as idades reveladas, estão foragidos desde o último dia 9, quando outros dez integrantes do bando foram presos. 
 
 
Nesta segunda-feira (26), a corporação divulgou imagens dos suspeitos esbanjando dinheiro conseguido com o tráfico. Eles aparecem em helicópteros e carros de luxo, bebendo champanhe e usando lança-perfume, ostentando relógios, óculos e joias caros.
 
Segundo o delegado Fernando Storti, a maioria dos integrantes têm entre 20 e 30 anos e boa condição social. A droga, em sua maioria ecstasy, era vendida em festas de música eletrônica. 
 
O esquema era sofisticado. Durante as investigações, que começaram há quatro meses e após uma denúncia anônima, os policiais chegaram a frequentar festas da cidade. Eles monitoraram o comportamento dos suspeitos e descobriram sinais usados para a comunicação. “Vimos um dos criminosos sendo cumprimentado pela mesma pessoa várias vezes. Depois, o indivíduo colocava a mão no bolso e na boca”.
 
A partir do monitoramento de ligações de suspeitos, os investigadores chegaram a três criminosos, que revelaram o paradeiro dos outros envolvidos. Apesar das prisões já realizadas, a investigação não foi concluída. O delegado informou que não descarta novos pedidos de prisão.
o tempo

Caminhão do Corpo de Bombeiros capota e três militares ficam feridos

http://plox.com.br/sites/default/files/galeria/bombeiros-Ipatinga.jpg 
O caminhão Auto-Bomba do Corpo de Bombeiros, placas HMH-3542, de Ipatinga, capotou e deixou três militares feridos no início da noite desse domingo (25).  O veículo de emergência que estava sendo dirigido pelo soldado Tiago, capotou quando estava saindo da Avenida JK no Bairro Panorama, os bombeiros seguiam para a Avenida Minas Gerais, no Caçula, onde iriam atender uma ocorrência de incêndio em residência.
Além do motorista, os outros ocupantes, soldado Grácimo Juarez  Júnior, e sargento Anderson Batista Estevão, também se feriram.  O motorista soldado Tiago e o sargento Estevão tiveram ferimento leves.  O soldado Grácimo Júnior teve fratura no fêmur direito. Os três foram socorridos e levados para o Hospital Márcio Cunha.
O subtenente Roberto, lotado nesta corporação, explicou como foi o acidente.
Segundo o militar, quando a guarnição terminava de passar pela Avenida Jk, no Trevo do Panorama, um ciclista teria passando em frente ao veículo. O motorista do caminhão desviou do ciclista, mas perdeu o controle do veículo, que acabou tombando. O ciclista não foi atingido.
http://plox.com.br/sites/default/files/galeria/caminhao-de-bombeiros.jpg 
O trânsito no local do acidente ficou interditado e foi liberado por volta das 20h30. O caminhão foi rebocado e levado ao pátio da corporação.
Uma guarnição na Unidade de Resgate foi ao local prestar socorro recolheu as ferramentas e equipamentos que estavam no caminhão envolvido no acidente.
A reportagem do Plox esteve na sede da corporação por volta das 22h  para saber como estavam os envolvidos.
http://plox.com.br/sites/default/files/galeria/caminhao_0.jpg 
Segundo informações colhidas no local, o motorista soldado Tiago e o sargento Estevão foram avaliados e liberados pelos médicos que estavam de plantão. O soldado Grácimo Júnior permaneceu internado e provavelmente passaria por procedimentos cirúrgicos.
O caminhão acidentado foi guardado na sede do Corpo de Bombeiros de Ipatinga.
Plox

ATENÇÃO: ESCLARECIMENTOS SOBRE O DECRETO DE PROMOÇÕES

Caros amigos militares,
Venho através desta nota esclarecer no que tange ao artigo 31 do Decreto 46.298 de 19 de agosto de 2013 que trata da promoção trintenária na PMMG e no CBMMG, primeiramente, venho tranquilizar a tropa, tendo em vista que, na hierarquia das leis o decreto não pode modificar uma lei, ou seja em uma análise mais detida no artigo 59º da Constituição da República podemos verificar que a Lei Complementar está acima do Decreto do Executivo.
Como é de conhecimento de todos a Lei Complementar 109/09 que tratou da promoção trintenária por anos de serviço não pode ser alterada por um Decreto. Diante de tal primícia, verificamos que a redação do art. 31 do Decreto 46298 de 19 de agosto de 2013 ficou mal redigida, ou seja, criou uma dúvida nos militares referente à contagem das férias prêmio em dobro, férias anuais em dobro e arrendondamento.
Adianto a todos os militares que fiquem tranquilos que NÃO MUDOU NADA e que todos os direitos adquiridos com a Lei Complementar 109/09 estão garantidos e que ESTE PARLAMENTAR ESTÁ VIGILANTE PARA QUE NENHUM DIREITO DOS MILITARES SEJA RETIRADO. 
Em conversa há pouco, com o Comandante-Geral Márcio Martins Sant'ana, o mesmo informou que irá emitir uma nota à tropa para esclarecer o texto. 
IMPORTANTE: NÃO HÁ QUALQUER TIPO DE MUDANÇA OU PREJUÍZO À TROPA
CABO JÚLIO
Deputado Estadual

“APOSENTADORIA AOS 25 ANOS”


dep ordinaria 14-32013Caros companheiros,
Muitos bombeiros e policiais militares do nosso Estado estão questionando o alcance da decisão judicial inerente a um mandado de injunção ajuizado por Entidade da Polícia Militar de São Paulo. Tal mandado de injunção diz respeito à possibilidade do policial militar daquele Estado poder se aposentar (reformar) aos 25 anos de serviço em razão da especial condição de prestação do serviço de segurança pública.
Esse assunto foi noticiado em blog's que nossos companheiros costumam visitar.
Infelizmente, parece-nos que tais notícias não foram suficientemente esclarecidas no que refere-se aos integrantes das Polícias e Bombeiros dos demais Estados.
Sendo assim, sinto-me no dever de esclarecer algumas dúvidas.

Crimes violentos serão publicados no Diário Oficial e na internet


Projeto de Lei que  propõe a divulgação de dados relativos à violência e à criminalidade em Minas Gerais, de autoria do deputado Sargento Rodrigues, recebeu parecer favorável, em primeiro turno, na Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, 21/8/2013.
O objetivo da proposição é que o poder público faça um banco de dados para registrar os índices de violência e criminalidade em Minas Gerais. A divulgação dos balanços tem a finalidade de proporcionar a transparência dos atos administrativos como forma de possibilitar o controle social e a fiscalização dos serviços prestados pelo Estado.
DSC06138De acordo com a matéria, que altera o artigo 4º da Lei  13.772/2000,  o poder público deverá divulgar, semestralmente, o número de inquéritos policiais instaurados e concluídos  , com especificação dos índices de resolutividade, e o número de Registros de Eventos de Defesa Social (Reds) que envolvam crimes, como: homicídio, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, extorsão mediante sequestro seguida de morte e estupro seguido de morte.
Estes dados deverão ser publicados no diário oficial do Estado de Minas Gerais e divulgados nas páginas da internet pela Secretaria de Estado de Defesa Social, pela Polícia Civil e pela Polícia Militar. Também devem ser enviados ao Ministério Público Estadual e à Comissão de Segurança Pública da Assembleia.
A sonegação, a retenção, o desvio, a subtração, o impedimento ou atraso dos fornecimento desses dados, implicarão em responsabilização administrativa e multa para o agente responsável.
Segundo o deputado Sargento Rodrigues, autor do Projeto de Lei, inúmeros inquéritos policiais permanecem em aberto, sem apontar suspeitos. “No caso dos homicídios, se a demora para esclarecer o caso chega a 20 anos, o crime prescreve, e o assassino não pode ser punido. Quanto mais antigo o crime, menor a chance de identificar as testemunhas e os autores do fato”, afirma.
SGT RODRIGUES

Com novo modelo de segurança, PM foca nos arredores do estádio



“Domingo, eu vou ao Mineirão, vou torcer para o time que sou fã, vou levar foguetes e bandeiras...”. Antigamente, o trecho da conhecida música cantada nas arquibancadas era bem apropriado para os jogos no Gigante da Pampulha. No entanto, com a reforma do estádio para a Copa do Mundo, muita coisa mudou, principalmente, no controle do comportamento dos torcedores.
Com a nova estrutura do Mineirão, uma mudança significativa ocorreu no trabalho da Polícia Militar. Diferentemente do que ocorria há pouco tempo, a PM não é mais a única responsável pela segurança dentro do estádio.
Pelo contrato da parceria público-privada assinado entre a administradora do Mineirão e o governo do Estado, a responsabilidade pela segurança dos torcedores e do patrimônio público – em dias de eventos ou não – é da Minas Arena, que atua de forma conjunta e complementar com a polícia.
Agora, por causa dos seguranças privados, que começaram a trabalhar nas áreas comuns e na parte interna da arena, o efetivo policial, principalmente em dias de jogos no local, diminui 70%.
“Antes, o estádio era totalmente aberto e isso dificultava bastante as ações de segurança. Com as mudanças estruturais, tudo ficou facilitado. Houve uma potencialização do nosso trabalho nos arredores do Mineirão”, explica o coronel Antônio de Carvalho, do Comando de Policiamento Especializado da capital.
Treinados. Em parceria com a polícia, a Prosegur – empresa de segurança contratada pela Minas Arena – tem a missão de manter a ordem e a segurança dos frequentadores. Os funcionários não podem dar entrevistas, mas a empresa, através de sua assessoria de imprensa, informou que trabalha apenas com profissionais especializados.
“Os funcionários são submetidos a cursos específicos de segurança de eventos. Hoje, os torcedores são abordados, primeiramente, pelos orientadores de público. Caso seja detectado algum tipo de anormalidade, os orientadores estão treinados a acionar a segurança privada. Se o caso for mais grave, o segurança privado aciona a polícia”, explica a empresa. A Prosegur deixa claro que o “poder de prisão” é da Polícia Militar, que age apenas para intervir em casos mais graves.
O TEMPO

Parabéns pra nós...


GOVERNADOR TRAI A TROPA

O Governador Anastasia mais uma vez, na surdina, impôs prejuízo aos militares. Desde a edição da Lei Complementar 109/2009, os militares têm o direito a promoção trintenária, utilizando-se do tempo de férias anuais e prêmio, contadas em dobro. A lei é cristalina ao prever a contagem em dobro deste tempo para fins de qüinqüênio, e inclusive para o adicional trintenário. Nenhum questionamento fora apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado, órgão que dá a palavra final quanto à legalidade do processo de reforma com a conseqüente contagem de tempo.

Ao Editar o decreto 46.297/13 e 46.298/13 que contem o RPO e RPP respectivamente, o Governador impôs outro entendimento, vedado a contagem deste tempo para o direito a Promoção Trintenária.

Essa medida surpreendeu negativamente inúmeros militares, que seguindo entendimento prevalente, ou seja, de poderem contar referidos tempos, já se preparavam para o merecido descanso, utilizando-se da contagem em dobro do tempo relativo a férias anuías e premio não gozadas e com direito à promoção Trintenária.

“Essa medida impôs prejuízo e frustração a muitos militares, por isso, a ASPRA vai analisar juntamente com nossos advogados a viabilidade de interposição de ação judicial para preservar e garantir o direito da contagem de tempo (Férias anuais, prêmio em dobro) que prevaleceu até agora desde a vigência da Lei Complementar 109/2009”, afirmou Cabo Bahia, Presidente da ASPRA.     




BLOG DA RENATA

"DELÍCIA, DELÍCIA, HOJE EU VOU MATAR POLÍCIA"

Jovem que vendia drogas no "Buraco Quente" é preso após cantar música ameaçando militares
Suspeito estava sendo monitorado enquanto vendia drogas; ao ser abordado, ele tentou esconder uma arma, mas acabou preso
Um jovem foi preso na madrugada deste sábado (24), por porte ilegal de arma, depois de ser flagrado cantando uma música de ameaça à Polícia Militar (PM), no local conhecido como "Buraco Quente", no bairro Lagoinha, na região Noroeste da capital.
De acordo com a PM, Erick Augusto Afonso Araujo, de 21 anos, estava sendo monitorado por militares na rua Fagundes Varela, enquanto vendia drogas. Ao ser abordado pelos compradores, o suspeito dizia que eles teriam que esperar, pois estavam sendo observados pela polícia. E mesmo sabendo que os policiais estavam na região, o jovem começou a cantar: "Delícia, delícia, hoje eu vou matar a polícia".
Após a ameaça, os militares abordaram o suspeito, que tentou se desfazer da pistola que carregava e jogou o objeto em um lote próximo, mas a arma foi recuperada e apreendida pelos militares.
O suspeito foi preso e levado para a Delegacia Seccional Noroeste.
FONTE: O TEMPO/ CB JÚLIO

Ministério Público denuncia policiais acusados de assassinarem jornalista Rodrigo Neto


IPATINGA - O Ministério Público denunciou o policial civil Lúcio Lírio Leal, de 22 anos, e Alessandro Augusto Neves, o “Pitote”, de 31 anos, acusados de executarem o jornalista Rodrigo Neto na noite do dia 8 de março em Ipatinga.
A motivação e o mandante da morte de Rodrigo Neto não constam no inquérito entregue ao Ministério Público. Alessandro e Lúcio teriam dito que ficariam presos "200 anos", mas não revelariam nada sobre o assassinato do jornalista.
A Polícia Civil encaminhou para a Justiça uma solicitação de prisão preventiva para a dupla no dia 13 de agosto. A solicitação da PC foi atendida no dia 14 e Lúcio e Alessandro permanecem presos. Suas prisões temporárias foram expedidas no início da segunda quinzena de junho e após 30 dias foram prorrogadas até agosto.
Lúcio está preso na Casa de Custódia da Polícia Civil de Belo Horizonte. Alessandro foi encaminhado para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. Eles foram indiciados por homicidio qualificado e tentativa de homicídio, pois também teriam atirado contra um amigo do jornalista.
Alessandro também é acusado de envolvimento na morte do do fotógrafo Walgney Carvalho, executado a tiros no dia 14 de abril em Coronel Fabriciano. O inquérito da PC sobre o crime aponta Alessandro como o autor  e já foi encaminhado ao Ministério Público.
No dia 23 de julho, em entrevista coletiva, a PC apresentou detalhes sobre o “modus operandi” de Lúcio e Alessandro na execução de Rodrigo Neto. Durante as investigações, a equipe do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP) de Belo Horizonte solicitou imagens de circuitos internos de diversos estabelecimentos no município, possibilitando a identificação do trajeto feito por seus veículos na noite do crime.
Outra forma utilizada pela PC para comprovar o envolvimento da dupla no crime foi o sinal emitido pelos seus aparelhos celulares. A torre mais próxima capta o sinal e possibilita à operadora informar a região onde os aparelhos estão. Os investigadores solicitaram os dados à operadora e confirmaram que Lúcio e Alessandro estiveram próximos ao local do crime naquela noite.

Após mais de cinco meses de investigações, familiares, amigos e a sociedade ainda aguardam o anúncio dos nomes dos mandantes das mortes dos profissionais da imprensa do Vale do Aço.
PLOX